Questionário para avaliação da dependência de nicotina

Etapa 1 - Questionário

As frases abaixo referem-se a situações comuns à maioria dos fumantes. Veja se elas se aplicam a você. Marque com uma nota de 1 a 5 cada afirmação, dependendo do seu caso.

Nunca (1) - Raramente (2) - Ocasionalmente (3) - Frequentemente (4) - Sempre (5)

Após preencher o gabarito faça a soma do valor de cada nota, na Etapa 2, para saber em qual (ou quais) fator de dependência é maior no seu caso. Na Etapa 3 indicamos os melhores procedimentos para se livrar do vício, dependendo do(s) fator(es) que mais te afeta(m).

1 - Não consigo fazer nada direito, se ficar muito tempo sem fumar!
2 - Para mim, parte do prazer de fumar vem do ato de mexer com o cigarro!
3 - Fumar é agradável e relaxante!
4 - Tenho vontade de fumar, quando zangado(a) ou aborrecido(a) com alguma coisa!
5 - Quando os cigarros se acabam, não consigo aguentar enquanto não arranjo outros!
6 - Eu fumo automaticamente, sem nem perceber!
7 - Eu fumo para sentir-me estimulado(a).
8 - Parte do prazer de fumar vem do ato de acender o cigarro!
9 - Fumar me causa prazer.
10 - Quando me sinto alterado(a) ou abalado(a) por algo, acendo logo um cigarro.
11 - Quando não estou fumando, parece que estou sempre consciente dessa fato!
12 - Eu sou capaz de acender um cigarro sem perceber que o anterior estava aceso!
13 - Eu fumo para me sentir mais animado(a).
14 - Quando fumo um cigarro, parte do prazer consiste em olhar a fumaça que exalo!
15 - Eu sinto vontade de fumar quando estou me sentindo relaxado(a)!
16 - Tenho mais vontade de fumar quando quero afastar minha mente de preocupações!
17 - Meu desejo de fumar chega a me atormentar, se fico sem fumar por algum tempo!
18 - Percebo estar com um cigarro nos lábios e não me lembro de te-lo colocado ali.

Etapa 2 - Gabarito de Verificação de Teste

ESTIMULAÇÃO - Soma das respostas das questões ( 1 ) + ( 7 ) + ( 13 )=

MANUSEIO - Soma das respostas das questões ( 2 ) + ( 8 ) + ( 14 )=

PRAZER / RELAXAMENTO - Soma das respostas das questões ( 3 ) + ( 9 ) + ( 15 )=

REDUÇÃO DE TENSÃO - Soma das respostas das questões ( 4 ) + ( 10 ) + ( 16 )=

ÂNSIA/ DEPENDÊNCIA PSICOLÓGICA - Soma das respostas das questões ( 5 ) + ( 11 ) + ( 17 )=

HÁBITO - Soma das respostas das questões ( 6 ) + ( 12 ) + ( 18 )=

Os valores variam de 3 a 15, sendo considerados os escores dentro dos valores de 3 a 7 Baixos, 8 a 10 Médios e 11 a 15 Altos.

Etapa 3 - Procedimentos

Considere os itens cuja soma deu acima de 11 como os que representam os fatores que mais estimulam a dependência à nicotina, no seu caso. A partir disso, te indicamos alguns procedimentos que podem te ajudar a se livrar dessa dependência.

ESTIMULAÇÃO: o significado da palavra estimulação na medicina é “qualquer ação produzida pelo uso de estimulantes”. Neste item estão aqueles que tem uma maior dependência à nicotina do cigarro, sendo esta, a principal substância causadora de dependência e com potencial estimulante.

Algumas vezes, estas pessoas se levantam a noite apenas para fumar; muitas vezes a primeira coisa que fazem ao acordar é ascender um cigarro, já que o corpo ficou sem nicotina durante a noite, logo, o corpo está em abstinência ao acordar. Estes devem ficar atentos no processo de abandono do cigarro, pois nos primeiros dias, podem, se sentir com raciocínio lento e com esquecimentos. Mas lembrando, podem se sentir, e se sentir, é por poucos dias, pois tudo isso faz parte do processo de desintoxicação do corpo.

MANUSEIO: o dicionário nos traz significados como pegar (algo) remexendo-o na mão, apalpando-o; empregar as mãos no uso de; mover com as mãos; manejar.

Agora lhe pergunto, quantas vezes você já permaneceu com um cigarro nos dedos ou nos próprios lábios sem sequer ascende-lo, ou já o viu acabar sem sequer tragar?

Esta é uma das características básicas para aqueles com pontuação alta neste item. Você precisa estar com algo nos dedos ou nas mãos sempre que necessário, tragar nem se faz tão necessário. O prazer em manusear a fumaça e vê-la se transformar em pequenos anéis no ar, ou apenas conversar com aquele velho cigarro no canto da boca. Pois bem, talvez seja hora de substituirmos este prazer.

Que tal um chicletes? Ou um cravo, ou canela? Que tal uma caneta entre os dedos?

Este item você irá precisar de um pouquinho de imaginação e coragem para ativar algumas descobertas. Você pode ter habilidades manuais e nem desconfiar. Vamos tentar novas oportunidades para manusear outras coisas menos prejudiciais?

PRAZER E RELAXAMENTO: Este item está relacionado com os hormônios da felicidade. Os mais conhecidos como o quarteto da felicidade são: endorfina, dopamina, serotonina e ocitocina. Segundo especialistas e membros da UNIMED, se esses hormônios se desequilibram, o corpo pode reagir com insônia, estresse, ganho de peso e, é claro, mau humor. Também podem levar à desmotivação e à tendência a adiar tarefas e compromissos, e em casos graves de baixa desses neurotransmissores, as pessoas podem até desenvolver depressão.

Você deve estar se perguntando o que o cigarro tem haver com isso. Fato é que a nicotina tem uma atuação direta no Sistema Nervoso Central, como se abrisse uma portinha que liberasse no nosso cérebro esses hormônios do prazer. Tal fato faz da nicotina algo extremamente viciante. Quem não quer sentir prazer e relaxamento?

Para aqueles de grande pontuação neste item, atenção !!! Além de buscarmos outras fontes de obter estes hormônios, precisamos de um acompanhamento médico mais próximo no intuito de controlar uma crise depressiva que pode aparecer no processo de abstinência. MAS CALMA !!! Ela é passageira, em especial se você estiver bem acompanhado e fazendo atividades físicas que auxiliam na liberação desses hormônios. A recompensa que virá depois, não tem preço !

REDUÇÃO DA TENSÃO: Este item está relacionado a pessoas que vivem em ambientes de grande estresse, que pode gerar nelas desconfortos causados por estímulos externos e tais fatores ameaçam a saúde. Com isso, o cigarro se torna uma forma de fuga destes desconfortos, se para muitos não for o cigarro a única forma que encontram de relaxar. Estamos falando neste item de pessoas tensas e que precisam aprender a lidar consigo mesmas para encontrar a melhor forma de levarem suas vidas com mais leveza e não se deixar afetar tanto por fatores externos.

Faço-lhes uma pergunta para reflexão: Dos problemas que lhe afligem hoje, quais são realmente seus? Por aí podemos ter uma ideia se você não é uma esponja emocional ( pega problema de todos para resolver).

Neste item você que teve uma pontuação alta, precisaria de um processo interno, seja por terapia, auto reflexões, buscando forma de  colocar limites em suas aflições bem como buscar outras formas de aliviá-las. Já pensou em praticar uma luta, ou fazer aula de tiros, ou correr, ou tocar um instrumento, ou cantar. Você precisa se conhecer melhor e parar de colocar no cigarro o único amuleto de relaxamento.

ANSIEDADE, DEPENDÊNCIA PSICOLÓGICA: Nem comecei o processo e já estou imaginando as dificuldades que vou ter para parar de fumar!!! Meu Deus ! Não consigo me ver sem o cigarro!!!

Você com uma numeração alta neste item deve estar pensando assim neste momento. Calma, hoje você deve estar com o seu cigarrinho aí do seu lado. Vamos um dia de cada vez ok?

Pessoas que sofrem com transtorno de ansiedade vivem aflitos, preocupados, fato que pode levar a irritação e prejuízos na vida social. Isto somado a dependência psicológica do cigarro, pode gerar um sério problema.

Já ouvir pessoas dizerem, eu preciso de um cigarro agora, senão vou morrer!!! Vamos pensar juntos, nós não nascemos fumando. E outra, o cigarro não é uma necessidade básica como dormir e comer. É fato que para superar o processo de desintoxicação, nós aconselhamos um acompanhamento psicológico e médico, para que você seja amparado em sua ansiedade para não ter problemas com a abstinência, e médico para que você consiga lidar com sua ansiedade neste processo. Pense neste apoio como uma muleta, você irá abandoná-los logo que se recuperar ok?

HÁBITO: Dentro da psicologia, hábito é uma maneira permanente ou frequente de se comportar, manias adquiridas fazem parte do hábito.

O que podemos dizer para pessoas com números altos para o item hábito?

Em primeiro lugar uma auto observação deve ser feita, então segue um modelo para que você se observe durante a semana ok?

Imprima este questionário e coloque-o junto de seu maço de cigarros. Durante 3 dias coloque nos itens que você perceber o número de cigarros que fumou e de 0 a 10 o desejo que sentia para fumar estes cigarros. Tais pontos devem ser anotados no dia.

Baixar Questionário

Fazendo esta tabela, você terá uma ideia dos momentos em que deve modificar algo para que tenha uma forma de evita-lo e diminuir a possibilidade de ter recaídas.

Para mais informações entre em contato através do email priabraco@gmail.com

Links dos vídeos do Dr. Dráuzio Varella  disponibilizados no youtube e utilizados pela equipe da Abraço no auxílio ao projeto PARAR DE FUMAR:

Consequências do Hábito de Fumar

Dráuzio Varella conta como conseguiu parar de fumar

Como abandonar o vício do cigarro

O pulmão de um ex-fumante se regenera?

©2020 por Projeto Roma Amor

Contate-nos

Contato

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone LinkedIn

Coordenadora: Izabella Iglesias

Tel.: (31) 99278-0645